quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Antônio Vituzzo e Seu Museu do Cinema



Antônio Vituzzo 

* Biografia de Antônio Vituzzo, para o Museu da Televisão Brasileira em 4/12/2003.

Antônio Vituzzo nasceu em São Paulo, capital, em 24 de julho de l928, no bairro do Cambuci, onde viveu toda a sua vida. Sua paixão por cinema começou quando era ainda criança. Aos oito anos ia várias vezes por semana ao cinema e adorava.Gostava também de conversar com seu tio de nome Volpi, um artista plástico famoso. Aos 16 anos a avó de Vituzzo lhe deu uma filmadora e um projetor.

Começava aí a carreira do rapaz, na área de filmagens, vendas, aluguel de filmes e também de fitas virgens para o cinema e para a televisão, que começava a nascer. Juntando-se a amigos, criou a Saturno Filmes. E ela cresceu bastante, pois logo as emissoras começaram a comprar filmes, já que a programação jornalística era feita com filmagens e depois adaptadas à TV, através do Telecine.

Também foi a empresa de Vituzzo que alugava filmes americanos e os repassava ás emissoras. No começo foi a TV Tupi, depois TV Paulista, em seguida a TV Record. Todos,no começo, eram clientes de Antônio Vituzzo. Os grandes sucessos na telinha eram os desenhos animados, como o: “Pica-Pau”’, “Edi Panda” e filmes de Charles Chaplin, Abbot e Costelo, o Gordo e o Magro. Mas o interessante e’que Vituzzo e seus colegas da Saturno trabalhavam no sistema de “acordo de cavalheiros”, isso é, deixavam nas emissoras tudo o que lhes era solicitado, e no final do mês, cobravam só aquilo que era usado.Tudo na inteira confiança, coisa inacreditável, nos dias de hoje.Mas Antônio Vituzzo garante que foi assim em sua vida inteira e em todas as emissoras, onde só fez amigos. Com as mudanças técnicas e a vinda de aparelhos mais modernos, Vituzzo se afastou bastante de sua atividade com os filmes e as filmadoras.

E foi aí que fundou e manteve de seu próprio bolso o “Museu do Cinema Antônio Vituzzo”, sempre no bairro em que nasceu e viveu, o Cambuci. A esse museu, que tem mais de 15.000 pecas, entre filmes, fotos, filmadoras, prêmios, etc, Antônio Vituzzo dedicou toda a segunda fase de sua vida. Atendendo estudantes, professores, amigos, turistas, ele colaborou para a preservação e a divulgação da história do início do cinema e da televisão brasileira. Antônio Vituzzo, pai de três filhos, foi casado com dona Inês  Ele veio a falecer em 24 de julho de 2004.

Bastante amado e respeitado por todos que com ele conviveram, na missa celebrada por sua alma, ele foi chamado de “O bom samaritano”, aquele que por sua bondade, seu bom caráter, seu altruísmo, por toda a sua vida, só fez amigos e soube sempre ajudar a todos. Antônio Vituzzo era conselheiro da Pró-TV.

Fotos reproduzidas do site: topicos.estadao.com.br
Foto e biografia reproduzidas do site: museudatv.com.br

2 comentários:

  1. Parabéns por divulgar o trabalho desse dedicado preservador do cinema, Sr. Antonio Vituzzo.
    Gostaria de saber se esse museu está aberto, e caso positivo, qual o horário e endereço para visitar.

    Márcio Hudson
    Brasília-DF
    Colecionador de cameras e projetores de cinema amador, do período de 1922-1965.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado caro Márcio Hudson. Infelizmente não tenho essa informação. Que tal a gente publicar a história de sua coleção? Um abraço, Armando.

      Excluir